quinta-feira, 2 de setembro de 2010

"Não temos mais vergonha de sermos latinoamericanos"

A América Latina está um pouco mais irmanada a partir de hoje. O presidente Lula deu um passo importante nesse sentido, com a inauguração na manhã desta quinta-feira, 2 de setembro, da Universidade Federal da Integração Latino Americana (Unila). Até que seja erguido a sede própria, a univerisidade irá funcionar nas instalações do Parque tecnológico de Itaipu, em Foz do Iguaçu. "Não temos mais vergonha de sermos latinoamericanos", enfatizou Lula, na aula inaugural, onde louvou a democracia e recordou a trajetória recente da esquerda latina. A universidade, de vanguarda no âmbito latinoamericano, irá oferecer neste primeiro momento os cursos de Ciências Biológicas; Relações Internacionais e Integração; Economia, Integração e Desenvolvimento; Sociedade, Estado e Política na América Latina; Engenharia Ambiental de Energias Renováveis e Engenharia Civil de Infra-Estrutura. A universidade abre com vagas para 150 alunos, mas em cinco anos deve abrigar 10 mil estudantes, sendo 50% brasileiros e 50% latinos, o corpo docente seguirá a mesma regra.
Confira a seguir, em três partes, a aula inaugural do Presidente Lula: parte 1, parte 2, parte 3 .


foto: o repentista cearense Patativa do Assaré, nome maior do cordel brasileiro.

2 comentários:

  1. Verdade, os latinos ainda são associados a feiúra, atraso de vida, pobreza...
    Temos que mudar essa visão!

    ResponderExcluir